Enquanto Nao Durmo o Dia é o Mesmo

by Melinna

/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

      name your price

     

1.
2.
3.
01:40
4.
00:40
5.
6.
7.
8.
01:57

about

"Engraçado que quando eu fui escutar o disco na íntegra, ao invés de pensar em falar sobre bandas e sons que lembrassem as músicas, eu me peguei pensando no que fez Mel - minha conterrânea, presente há muito tempo no underground maceioense - gravar esse disco. Ou melhor, compor essas músicas, tocá-las desse jeito, mixar com esses timbres, lançar como estamos lançando e botar as coisas pra frente dessa maneira. Acho que, na minha perspectiva, não tem resposta melhor do que descrever uma situação recente que passei com minha amiga Melinna.

Junto de uma galera, Mel organiza em Maceió um evento chamado Gerador, que se trata de shows em espaços públicos, com o objetivo de movimentá-los, ocupá-los. Nessa edição, que rolou na Praça da Formiga, no Benedito Bentes, no começo de outubro desse ano, tava rolando a última banda do evento e eu tava conversando com Mel, ouvindo ela falar que tava se arriscando nas gravações de bateria do disco - afinal seu instrumento é a guitarra, que a acompanha em sua banda, Oldscratch - e que ela tava morrendo de vontade de tocar bateria naquele exato momento. Foi só os caras da anunciarem o último acorde que Melinna correu pra perto e pediu que eles a acompanhassem numa música, que ela queria tocar bateria. Eu lembro que era alguma do Nirvana e que o som tava alto e ela parecia estar se divertindo muito, inclusive quando voltou pra onde a gente tava e continuamos o papo.

É isso. Pode parecer nada de mais, e talvez seja, mas é o tipo de coisa que eu dou valor e me possibilita entender melhor as pessoas. Pra mim, esse disco é sobre isso: falar com pessoas aleatórias que você quer tocar bateria e pedir pra elas lhe acompanharem. Isso e muito gosto por barulho, solos de guitarra, palavra falada, rap, lo-fi, feminismo, grunge e medo nenhum de falar o que tá sentindo. Escute o disco pensando nisso, e pensando que você também é isso - por mais que não seja. Pense na finitude das coisas; no cara que se diz pró-feminismo e nada faz a partir disso; na verdade pra fora, no desejo pra fora, na raiva pra fora, no conhecimento pra fora; nos seus medos; na confusão dentro da sua cabeça; na sua fragilidade e na sua força. Somos tudo isso! Melinna consegue, nesse disco, botar qualquer um pra pensar nessas coisas acompanhado de muita distorção e melodias simples. Faça-você-mesmo pra você fazer você mesmx!"

"Enquanto Não Durmo o Dia é o Mesmo" sai nesse final de ano complicado via Efusiva (RJ) e Transtorninho Records (PE).

credits

released December 13, 2016

Todas as faixas compostas e gravadas em casa por Melinna Guedes entre agosto e Novembro de 2016, com exceção da bateria, gravada no estúdio Pedrada.
Adicionais: bateria na faixa "Enquanto não durmo o dia é o mesmo" por Pedro Salvador.
Mixagem e arte por Melinna Guedes’

tags

license

all rights reserved

about

Transtorninho Records Recife, Brazil

Transtorninho Records é um selo feito por gente que gosta principalmente de música rock, mas também de esquisitices variadas em termos de som e imagem.

contact / help

Contact Transtorninho Records

Streaming and
Download help

Track Name: Feminismo e Liberdade Pessoal
Três pontos no meu corpo doem
Dor pesada, inconsequente, constante demais
Em uma constelação do peito ao ventre
É a raiva que se instala de um problema em que a única solução é escavar tão profundamente com unhas e dentes, com unhas e dentes

Tô tão cansada das piadas que nem as ouço mais
Cara que se diz pró-feminismo e nada faz a partir disso, o que você quer ser quando crescer?
Pra ser mulher ativa é preciso quebrar quantas barreiras, pular quantos muros?
Quando finalmente se constrói o próprio lar é muito difícil voltar pra velha casa
E é assim que eu me sinto em relação ao feminismo e à minha liberdade pessoal, a minha casa
Quero que nada mais entale nossa garganta nas salas de aula e auditórios
Sempre precisamos fazer algo muito urgente em relação a tudo o que já conquistamos
Da maneira que for, da maneira que for, da maneira que for

Nós já sabemos da nossa repressão
Sabemos da nossa castradora criação
Temos que continuar a crescer não mais só pra dentro, mas pra fora
Conhecimento pra fora
Verdade pra fora
Desejo pra fora
Raiva pra fora
Conhecimento pra fora
Track Name: Troca
Tome, me dê que eu devolvo
Consuma, eu absorvo
Espreme, vomite, transforme,
Devolva
Eu como e te dou
Track Name: Sono e Coração
Teve um dia que dormi sem querer com a casa ainda aberta
Mas dessa vez não sonhei com ondas gigantes ou com alguém invadindo minha casa
Onde eu crio diversas maneiras ou armas pra impedir
Dessa vez acho que até meu inconsciente não aguentava mais as mesmas coisas
Do nada, pescoço pinga, acordo com tanta palavra fervendo minha cabeça
Como se me cobrassem algo que eu deveria ter iniciado há muito tempo

nítidas mas desconectadas
nítidas mas desconectadas

sempre foi tão óbvio, mas acho que eu não tava preparada pra perceber o valor de um coração aberto à quem quiser ouvir, à quem não se escolheu a mão

nítidas mas desconectadas
nítidas mas desconectadas

“go ask the angels if they’re calling to thee
who that person could possibly be”
Track Name: Liquidificador Filosófico
Bate o liquidificador
Filosofia mommyless daddyless
Não que se conheça
Palavras se apropriam de tudo
Às vezes nem consigo lembrar o que eu acabei de pensar
Volto ao início
Você vai demorar pra voltar?
Vamos montar um rolê de novo?
Com o mundo inteiro contra, somos nós por nós

Outro dia saí pra esquecer e procrastinar em outro lugar
Então reconheci, a força contrária que me levou a desistir é a mesma que me aprofunda no que eu mais consigo acreditar
Track Name: Coisas
Você tão rápido se empoeira
Ao lado de uma caixa com coisas que jogamos enquanto tava tudo bagunçado
E que não tivemos coragem nem paciência pra separar
Cartazes, cd’s, cabos, o repertório do último show
Uma garrafa vazia, durex, planos que só eu fiz
E um lambe que diz que o mundo é que é que torto, não eu